Os 5 Melhores Espumantes em 2021

Entendemos perfeitamente porque você está com dúvidas para escolher o melhor espumante. Existe uma variedade grande de opções e é preciso um conhecimento mínimo para não errar na hora da compra.

Por tradição, essa bebida está sempre presente em comemorações e, principalmente, na passagem de ano. Basicamente, o espumante é uma espécie de vinho com dióxido de carbono em sua fórmula.

Fizemos uma relação dos 5 melhores espumantes, escolhidos a dedo por especialistas, somente para você.

Melhores espumantes do mercado para comprar online

Verifique abaixo nossa relação dos melhores classificados em 2021.

1. Espumante Reserve Brut – Chandon

Produzido pelo processo Charmat

Este espumante que possui uma suave fragrância de pão recém saído do forno, tem sabor de frutas associadas a notas florais.

A delicadeza e pujança abraçam a boca e somam-se às pontuações de frutas secas cítricas.

A tradicionalíssima Chandon do Brasil garante a alta qualidade e sutileza no paladar dos espumantes nacionais produzidos pelo processo Charmat. 

Prós

Contras

✅ Produzido pelo processo Charmat

🚫 -

✅ Delicado e pujante

2. Espumante Moscatel – Casa Perini

Bom custo/benefício

Esse é um espumante gerado na Serra Gaúcha, agraciado como melhor espumante do mundo no Ranking Mundial de Vinhos & Destilados de 2017.

É fabricado com base em uma gama de uvas Moscato, o que lhe confere uma essência tênue e açucarada da bebida.

Combina bem com sobremesas e frutas.

Prós

Contras

✅ 5º melhor espumante do mundo em 2017

🚫 -

✅ Doçura equilibrada

3. Espumante Aquarela Moscatel – Casa Perini

Linda coroa de espuma

A coroa de espumas que se forma na taça deste espumante é talvez sua característica mais comentada.

É muito equilibrado em relação ao açúcar e à acidez.

Sua cor rosada se deve a um assemblage dos tipos Moscato Giallo, Moscato Branco e Moscato de Hamburgo.

Possui fragrâncias com notas ásperas que fazem referência a flores como o jasmim e casca de laranja.

Prós

Contras

✅ Equilíbrio entre açúcar e acidez

🚫 -

✅ Ótima coroa de espumas

4. Espumante Brut Cava Cordon Negro – Freixenet

Icônica garrafa preta e dourada

Este espumante foi introduzido no mercado no ano de 1974. Trata-se de um Cava produzido pelos meios tradicionais, com a mistura das linhagens Xarel Lo, Parellada e Macabeo.

Sua cor é amarelo palha com matizes esverdeadas cintilantes, com grande profusão de bolhas, delicadas e duradouras, produzindo uma linda guirlanda.

As fragrâncias são de pêra e maçã, com delicadas passagens de abacaxi e banana, ervas novas e fundos amargos. Rico também em sabores sutis e encorpados.

Prós

Contras

✅ Profusão de borbulhas

🚫 -

✅ Rico em sabores

5. Espumante Nature Cave – Geisse

Elogiado no mundo todo

A vinícola Família Geisse é a principal produtora de espumantes no Brasil. Em meio às etiquetas da linha Cave Geisse estão os melhores  frisantes da América do Sul, elogiados pelo mundo todo.

Da mesma forma que os champagnes, são fabricados pelo método convencional, de maneira que a segunda fermentação aconteça no interior da própria garrafa.

Pelo fato de ser um espumante muito seco, combina com quase todos os pratos. Frutos do mar, molho branco e massa com queijo caem como uma luva para este espumante.

Seu envelhecimento requer 24 meses de espera para alcançar o ponto ideal. Possui fragrâncias relativamente suaves, com toques sutis de amêndoas, damasco e mel.

Prós

Contras

✅ Sem adição de açúcar

🚫 -

✅ Envelhecido por 24 meses

Como escolher o melhor espumante

Para não errar no momento da escolha do melhor espumante que se encaixa em sua preferência, é preciso atentar para alguns detalhes, como o tipo de uva e sua procedência.

O inventor da champagne mais afamada, Dom Pérignon, sempre repetia que não há nada melhor para comemorar a passagem do ano do que degustando um bom espumante.

Esse ritual simbólico se justifica em razão do reflexo da fartura da vida que se exprime ao se colocar o champagne  na taça.

É ter paciência até o momento das doze badaladas e então saca-se a rolha da garrafa, ocasionando o tão conhecido estouro.

Diferenciação entre o espumante e o champagnat

Dar o estouro no champagnat ao abrí-lo tornou-se algo tão tradicional, que alguns entendidos aconselham comprar um espumante barato e um bom champagnat para degustar após o estouro.

Esse conselho vem a calhar, porque muitas pessoas gostam de sacudir a garrafa do espumante para aumentar o estouro da rolha. Acontece que esse procedimento faz com que o gás carbônico saia junto com a rolha, e muitas vezes grande parte da bebida também, fazendo com que a bebida perca o sabor e a qualidade.

Assim, o espumante seria usado apenas para o grande estouro para lançar a rolha pelos ares, e o champagnat para ser apreciado com calma depois.

Champagne é um espumante peculiar, fabricado no território de Champagne, na França. É feito apenas com uvas escolhidas. São elas: Chardonnay (uvas brancas), Pinot Meunier (uvas tintas) e Pinot Noir.

Todos os outros vinhos que também são alvo de uma segunda fermentação, independente da região onde são produzidos, são denominados espumantes.

O champagne é mais robusto, uma vez que o procedimento de fazer espuma é mais cauteloso. Por essa razão costumam ser mais caros.

Existem champagnes, por exemplo, que até hoje são fermentados em tonéis de carvalho.

Espumantes brasileiros

Os espumantes brasileiros costumam ser tão bons, que muitos são colocados em pé de igualdade com vinhos espanhóis e argentinos. Ou seja, não há a obrigatoriedade de ser champagne para ser considerado ótimo espumante.

O principal é que a bebida seja elaborada com uvas de boa qualidade e preencha todos os pressupostos que garantem um padrão de qualidade.

Tipos de espumantes

Antes de comprar seu espumante para o réveillon, ou qualquer outra data comemorativa, é preciso ter conhecimento das opções existentes para não errar na hora da escolha do que melhor irá agradar aos que farão parte da celebração.

Outro detalhe importante é que, na medida do possível, o ideal é adquirir bebidas de variadas classificações para que agrade a todos os tipos de preferências.

  • O moscatel é, normalmente, o favorito dos conhecedores de espumantes. É doce e muito simples de ser consumido. Esse tipo de uva adaptou-se bem no Brasil, existindo, por isso, uma quantidade bem razoável desta bebida feita com esta qualidade de uva a preços bem em conta.
  • O demi-sec tem menos açúcar que o moscatel, fazendo dele uma alternativa para quem não quer um espumante muito doce. Desce com muita facilidade, como diz a gíria.
  • O brut é outra alternativa muito interessante. Trata-se de um espumante mais extravagante, com mais individualidade que os antecedentes. Quem possui o palato mais apurado geralmente prefere o brut. São mais secos e com quantidade mínima de açúcar.

Como beber um espumante

Vamos agora a alguns detalhes a serem observados para melhor apreciação dos espumantes.

Modo de abrir a garrafa

Explicaremos agora a melhor maneira de abrir a garrafa para que a bebida não perca sua qualidade. Acidentes com a rolha também são comuns, e, convenhamos, esta é uma hora que ninguém quer saber de imprevistos, certo?

O ideal é manter a rolha bem segura na mão desde o começo da remoção da gaiola e do casulo da garrafa. Não convém agitar, pois haverá muita perda de gás carbônico e, por consequência, da qualidade da bebida.

Depois de retirado o revestimento, o macete é não rodar a rolha, mas a garrafa. Segure a rolha com uma mão e gire a garrafa com a outra. Dessa forma a rolha permanecerá em sua mão, e não sairá líquido da garrafa, mas apenas uma tênue fumaça. 

Melhor taça para servir espumante

Segundo entendidos, e é melhor não discutirmos com eles, a melhor taça para servir espumante é a tulipa

Seu fundo em forma de funil e a parte superior um pouco menor do que o corpo, torna a degustação mais completa e prazerosa.

Como se trata de uma bebida elaborada, com uma variedade muito grande de fragrâncias, gostos e consistências, a taça passa a ser um item importante para compor todo o ritual da degustação.

A taça correta proporciona a conciliação do líquido com o ar, permitindo a melhor manifestação de suas características.

Outras taças, no entanto, também cumprem bem a função, caso não seja possível utilizar a tulipa. A flûte e a coupe são igualmente interessantes para esse propósito.

Temperatura ideal do espumante

As principais comemorações no Brasil são no final do ano, época de muito calor, pois é pleno verão. Por isso as bebidas geladas são as preferidas nessa ocasião.

A temperatura ideal para servir o espumante está entre 8º C e 10º C. Se colocados em baldes com gelo é melhor ainda, pois mantêm o frescor por mais tempo.

Anote aí um jeito muito rápido e prático de esfriar seu espumante. Coloque a garrafa dentro de um balde e em seguida encha com gelo até a metade. 

Depois acrescente 3 copos de água e espere, não por muito tempo. Sua bebida já estará na temperatura exata para ser degustada.

Como conciliar espumantes

Os espumantes são bem ecléticos e combinam com quase todo tipo de refeição e sobremesa. 

Eles combinam bem com todo tipo de petiscos, tanto fritos quanto salgados, inclusive peixe frito, camarão empanado e batatas fritas.

Vamos a algumas dicas sobre como conciliar vinhos do tipo Moscatel, Demi-sec e Brut.

  • O moscatel é indicado para ser saboreado com bolos, doces que levam creme e panetones.
  • O Demi-sec, com sua essência doce, concilia com cremes delicados e sobremesas leves à base de frutas.
  • O Brut concilia-se melhor com molhos brancos e massas. É indicado também para salada com camarões.

Os produtores de espumantes sempre recomendam modos de harmonizar sua bebida com outros pratos. Adiantamos que o ideal é um espumante para pratos quentes e outro para sobremesa.

Perguntas frequentes

Quais os melhores espumantes brasileiros para casamento?

Os melhores espumantes do Brasil para casamento são, não necessariamente nessa ordem:
– Espumante Reserve, Brut, Chandon
– Espumante Moscatel, Casa Perini
– Espumante Moscatel, Aquarela, Casa Perini
– Cava Cordon Negro, Brut, Freixenet
– Espumante Nature Cave, Geisse

Qual o melhor espumante custo/benefício?

O espumante brasileiro com a melhor relação custo/benefício é o Espumante Casa Perini Moscatel, 750 ml.    

Qual o melhor espumante moscatel? 

O melhor espumante moscatel é o Espumante Casa Perini Moscatel, 750 ml. Um de seus principais pontos fortes é sua ótima relação custo/benefício.      

 Qual o melhor espumante doce?

Os melhores espumantes doces do mundo são os do tipo moscatel. Eles possuem mais de 50 gramas de açúcar por litro.
São leves e possuem pouco teor alcoólico, variando de 7% a 10%.

Quais os melhores espumantes baratos?

Os melhores espumantes baratos são:
– Espumante Moscatel, Aquarela, Casa Perini
– Espumante Moscatel, Casa Perini

Qual o melhor espumante do mundo?

O espumante eleito melhor do mundo em 2020 é o 130 Blanc de Blanc da Casa Valdulga, Advinha, de onde ele é? Isso mesmo: Brasil. 
Mais de três mil rótulos originários de quarenta países entraram na disputa, ou seja, uma competição acirrada. Mas o espumante brasileiro levou a melhor.

Conclusão: qual o melhor espumante

Nossos especialistas escolheram, como melhor opção de compra, o Espumante Reserve, Brut, Chandon.

Este espumante possui uma suave fragrância de pão recém saído do forno e sabor de frutas associadas a notas florais.

A delicadeza e pujança abraçam a boca e somam-se às pontuações de frutas secas cítricas.

A tradicionalíssima Chandon do Brasil garante a alta qualidade e sutileza no paladar dos espumantes nacionais produzidos pelo processo Charmat. 

A melhor opção custo/benefício foi o Espumante Moscatel, Casa Perini.

Esse é um espumante gerado na Serra Gaúcha, agraciado como o 5º melhor vinho do mundo no Ranking Mundial de Vinhos & Destilados de 2017.

É fabricado com base em uma gama de uvas Moscato, o que lhe confere uma essência tênue e açucarada. Combina bem com sobremesas e frutas.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *