Quais os Tipos de Panela que são Mais Saudáveis?

Uma alimentação benéfica para o corpo inclui diversos tipos de alimentos como o consumo de saladas, verduras, pouca gordura, muitos nutrientes e vitaminas. No entanto, poucas pessoas prestam atenção nos utensílios em que a comida é cozida. Por essa razão, falaremos neste artigo sobre quais os tipos de panela são mais saudáveis. Confira abaixo!

A maioria das panelas encontradas no mercado são produzidas a partir de diversos materiais, como o alumínio, o aço inoxidável, o teflon, o vidro e a cerâmica. Felizmente, através da alta tecnologia, estes produtos vem apresentando um maior controle dos materiais que são liberados ao cozinhar um alimento.

Além disso, as empresas que fabricam estes utensílios, têm buscado uma maior durabilidade, resistência, segurança e praticidade, apresentando uma panela que realmente tenha um valor ao ser utilizada. No entanto, é ainda necessário conhecer as características dos produtos antes de comprá-lo, de forma que você possa ter uma alimentação mais saudável e nutritiva.

Quais os tipos de panela são mais saudáveis?

Quais os tipos de panela mais indicados para a saúde?

Para saber qual a panela mais apropriada para uma alimentação sadia, deve-se levar em conta o material com que ela é produzida. Além disso, é preciso ter em mente, que muitos utensílios soltam materiais no momento em que cozinham os alimentos. Portanto, observe bem como as panelas se relacionam ao modo de cozinhar a comida e procure observar seu custo benefício.

As panelas têm sido objetos de pesquisa há muito tempo. Após diversos estudos, chegou-se à conclusão de que os utensílios de vidro, porcelana, ferro e aço cirúrgico, não soltam elementos tóxicos ao organismo. Entretanto, elas se diferem, apresentando vantagens e desvantagens na preparação dos alimentos.

É preciso ter cuidado ao adquirir uma panela. Os produtos fabricados em alumínio, por exemplo, são mais comuns e baratos, no entanto, costumam soltar o material na comida, o que acaba fazendo com que eles entrem em nosso corpo, fazendo mal à saúde. Algumas doenças como o alzheimer são relacionadas a absorção deste material.

Podemos destacar a panela de ferro. Ela também solta o elemento que é absorvido na comida, porém, o ferro faz bem à saúde. Sua absorção pode ajudar pessoas que têm anemia, ou seja, deficiência do ferro no organismo. Por outro lado, esse utensílio costuma enferrujar facilmente, ser mais pesado, além de demorar a esquentar.

A panela de cerâmica também é uma boa opção. Existem no mercado produtos que são revestidos com o material, sendo mais acessíveis. É indicado que se tenha muito cuidado com essas panelas, para que elas não trinquem e contaminem o alimento.

Panela Inox é prejudicial para a saúde? 

A panela de aço inoxidável é um produto que tem uma grande aceitação no mercado. É um utensílio leve, resistente, com uma ótima durabilidade, pois não enferruja, nem sofre corrosão com o tempo.

Uma das desvantagens desse produto, é o fato de não distribuir o calor de forma eficiente. As comidas preparadas neste tipo de panela podem ter uma parte queimada e outra fria. Para resolver esta questão, algumas empresas produzem o utensílio com um fundo de alumínio, neste caso, há a absorção do metal na comida.

O ideal é que se prepare alimentos com muita água, desta forma, a distribuição do calor é mais eficiente, propiciando um cozimento de um alimento mais saudável e com suas características preservadas, inclusive no sabor.

As panelas de inox são produzidas a partir da combinação de crómio (com 18%) e níquel (com 8%). Para que o utensílio tenha uma manutenção adequada, é indicado que se lave utilizando apenas uma esponja macia, sem utilizar o bombril, que pode arranhá-la. No caso da panela estar amassada ou arranhada, o ideal é trocá-la o quanto antes por uma outra.

Uma boa higienização é fundamental para que a panela dure mais e possa cozinhar os alimentos de forma segura e saudável. Uma boa dica é não utilizar colheres  que possam arranhar o fundo da panela. Portanto, fique de olho!     

Qual panela não faz mal à saúde? 

Uma alimentação saudável deve aliar a escolha dos alimentos certos e uma panela que propicie um bom cozimento da comida sem soltar metais prejudiciais à saúde. Portanto, é necessário conhecer quais utensílios proporcionam uma preparação, um cozimento, livre de quaisquer substâncias tóxicas.

Panela de vidro

Podemos destacar a panela de vidro com uma das mais saudáveis. É um utensílio atóxico, não solta materiais na preparação da comida. Ela também não libera odor, proporcionando o cozimento de alimentos bastante saborosos.

Essa peça tem uma grande durabilidade, se observar o cuidado necessário ao utilizá-la. Uma das desvantagens desse produto é que ela não é anti aderente, além de não ter uma distribuição adequada do calor. É uma panela pesada e mais cara.

Panelas de pedra sabão

As panelas de pedra sabão também são indicadas para quem deseja ter uma alimentação mais saudável. O material é retirado da natureza e depois sofre um processo onde seus poros são impermeabilizados. Acredita-se que ela não solta resíduos na preparação dos alimentos.

É uma panela bastante tradicional, possui uma antiaderência natural, tornando a sua manutenção e limpeza mais fácil. Além disso, ela libera metais como o ferro, zinco, o cálcio e o manganês, que fazem bem à saúde. No entanto, demora a aquecer e a esfriar. 

Panelas de ferro

Esta é uma panela bastante resistente e durável. Uma das vantagens é que ela libera ferro no cozimento dos alimentos e auxilia nos tratamentos de anemia. Tem como desvantagem, o fato de serem pesadas. Antes de comprá-la, é indicado que se observe qual é a sua procedência, para adquirir um produto de qualidade.

A panela de ferro distribui o calor do alimento igualmente, deixando-os aquecidos por mais tempo. Antes de adquirir o utensílio, observe se você não tem nenhuma contra-indicação ao utilizar uma panela feita com esse tipo de material.

Panela de aço cirúrgico  

O material da panela de aço cirúrgico não é poroso. Ela é protegida de arranhões e não solta resíduos na preparação dos alimentos. Dessa forma, ela é atóxica e possui um brilho característico. Tem uma alta resistência.

É um utensílio mais caro, no entanto, garante um preparo saudável e seguro. A panela de aço cirúrgico distribui bem o calor e não precisa nem de óleo ou de água no cozimento dos alimentos. A preparação é saudável e proporciona uma refeição altamente saborosa.

Panelas de titânio

O material dessas panelas é leve e resistente. Elas não corroem com o tempo e são fáceis de se limpar. São um pouco mais caras, pois o titânio é um metal bastante valorizado. Talvez por essa razão, muitas panelas possuem uma base de alumínio e são apenas pulverizadas com o metal.

Uma outra vantagem desse tipo de panela é que ela é anti aderente. Ela não libera resíduos na comida, proporcionando uma alimentação salutar. Com ela pode-se fritar e grelhar alimentos sem utilizar muito óleo.

Panelas de porcelana 

É uma boa panela, indicada para o preparo de molhos e de sopas. São produtos atóxicos, que não liberam resíduos na preparação dos alimentos. É uma panela bastante resistente, se bem cuidada, que permite a preparação de diversas receitas com muito sabor.

Entretanto, com seu uso constante, ela corre o risco de quebrar. Mesmo tendo uma alta resistência, é como a panela de vidro, e necessita de muita atenção na hora de ser utilizada. A versatilidade é uma de suas características, visto que pode ser empregada tanto no fogão, no forno, e até mesmo no microondas.

Qual a diferença entre Starflon e Teflon? 

Teflon é um nome comercial dado ao politetrafluoretileno que tem como característica o fato de não reagir em contato com outras substâncias químicas. Para formar a panela, espalha-se o teflon na base de alumínio que é aquecido a uma temperatura de até 400º C.

A panela de teflon é antiaderente. Deve-se observar que se estiver danificado, o utensílio pode soltar substâncias tóxicas ao alimento preparado. Porém, este produto costuma ser eliminado pelo corpo sem maiores problemas.

A panela de Starflon possui uma alta tecnologia em sua fabricação. É ainda mais antiaderente e possui uma resistência à abrasão. É fabricada em aço inox e seu fundo tem três camadas. A distribuição do calor é uniforme.

Esse tipo de utensílio não deve ser levado ao fogo alto para que não apresente manchas. A diferença dele para o teflon, é que não é fabricado com Ácido Perfluorooctanóico que é utilizado para colar o teflon e é altamente tóxico.    

Conclusão

Deve-se ter muito cuidado ao escolher uma panela que será utilizada em seu dia a dia na cozinha. Tenha em mente que, para se ter uma alimentação saudável, é preciso observar não só os tipos de alimentos que serão ingeridos, mas o tipo de panela que irá cozinhar a refeição.

Um bom utensílio deve ser prático, seguro, distribuir bem o calor e não liberar materiais tóxicos na preparação do alimento.Portanto, antes de adquirir uma panela, busque aquela que tenha um bom custo benefício e que seja saudável. Como existem uma grande variedade de produtos disponíveis no mercado, é possível escolher um utensílio que atende bem as suas necessidades.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.