Whey Protein: Engorda ou Emagrece?

O whey protein é um suplemento chave utilizado pela maioria dos praticantes de atividades físicas e aspirantes à uma vida saudável, porém seus benefícios e efeitos são muitas vezes desconhecidos pelo público. O whey protein: engorda ou emagrece?

Para você que deseja conhecer a fundo os tipos e as vantagens deste produto para melhor inseri-lo em sua rotina e conquistar os resultados estéticos ou de performance desejados, confira todos os detalhes sobre whey protein, seu uso e efeitos.

Whey Protein: Engorda ou Emagrece?

Whey protein engorda?

O whey protein engorda de acordo com a quantidade a ser ingerida e o tipo de rotina alimentar cultivada, pois o mesmo é um suplemento alimentar que deve ser utilizado mediante uma prescrição e adaptação com os hábitos diários do indivíduo.

Caso o consumidor apresente uma alimentação altamente calórica e sem a realização de atividades físicas, por exemplo, ou até mesmo que os ganhos calóricos sejam maiores que os gastos, o whey protein concentrado engorda, pois somará, além das proteínas obtidas, altas quantidades de carboidratos e gorduras que poderão elevar o peso do indivíduo.

Quando a prescrição do whey protein é planejada e está dentro dos cálculos de macronutrientes necessários para a obtenção de resultados benéficos, o whey protein pode engordar para quem deseja obter massa muscular, sendo um ganho desejado.

Tipos de whey protein

Tipos de whey protein

Há 3 tipos de whey protein disponíveis no mercado que variam em relação ao seu tipo de fabricação e principalmente à composição, visando melhor atender as expectativas de seus consumidores para atingir resultados estéticos ou de performance desejadas.

  • Whey protein concentrado: Como o próprio nome indica, há uma maior concentração do macronutriente disponível para o consumo dos indivíduos, assim há de 70 a 80% de proteínas presente em sua formulação. O processo de fabricação não o deixa livre de lactose e gordura, sem passar por qualquer tipo de refinamento, apenas sofrendo uma filtragem que mantém disponível o carboidrato, gordura do leite e minerais que estão contidos no leite, desta forma pode apresentar maior valor calórico em sua tabela nutricional, porém também com custos menores para a aquisição dos compradores;
  • Whey protein isolado: Apresenta qualidade de macronutrientes melhor em comparação com o whey protein concentrado, porém passando por um processo diferente de fabricação, atingindo cerca de 90% de proteínas e reduzindo a quantidade de gorduras e lactose, porém também minimizando os minerais disponíveis, sendo obtido por meio de técnicas diferenciadas de extração e filtragem, apresentando a proteína em sua forma mais pura e altamente disponível para aproveitamento dos aminoácidos e absorção mais rápida em comparação com o concentrado;
  • Whey protein hidrolisado: Para quem precisa de uma disponibilidade mais rápida de proteínas para o corpo, principalmente para a recuperação muscular ou até mesmo algum tipo de rejeição do corpo frente aos outros tipos de whey protein, o hidrolisado é uma das principais escolhas, com aminoácidos de cadeia ramificada e sanando alguns problemas relacionados à má digestão das opções anteriores, com efeitos mais imediatos para a concessão de proteínas para o organismo, porém com menor quantidade de BCAA, quebrando previamente os aminoácidos para sua maior disponibilidade, o que torna o produto o mais caro do mercado.

É importante considerar o tipo de whey protein a ser utilizado tanto para que esteja de acordo com os objetivos do consumidor, quanto também pela variação de valores apresentada, adquirindo aquele que permite atender o planejamento financeiro, sendo o concentrado o mais barato, passando pelo isolado com preço médio e chegando ao hidrolisado que apresenta valores elevados.

É possível também que alguns produtos no mercado apresentem as 3 fórmulas em uma mistura, contendo as 3 formas de proteína disponíveis, sendo reconhecido como 3W pela maioria das marcas, tentando disponibilizar todos os benefícios e formatos para melhor uso do organismo e tornando o custo mais acessível ao consumidor.

Como consumir

Como consumir

A forma de consumir o whey protein é rapidamente diluir na quantidade de água indicada para a ingestão da porção, sendo que o whey protein concentrado também pode ser batido com leite. Já o isolado, que passa por um processo de retirada das gorduras do leite, não deve ser batido para que os processos de remoção não tenham sido em vão.

Em relação ao momento que o whey protein deve ser consumido, pode variar entre pré-treino e pós-treino.

Quando o whey protein é consumido pré-treino, o mesmo permite preparar o corpo para o desgaste que o mesmo irá sofrer após o esforço e atividades, fazendo com que os músculos já estejam previamente munidos dos aminoácidos, o que contribui para o ganho de massa.

Já em sua ingestão pós-treino, que é a mais comum, o whey protein também é indicado para quem possui objetivos conectados à hipertrofia que é o ganho de massa, pois as proteínas podem ser fornecidas após o seu desgaste muscular, o que também contribui para a melhor recuperação e a manutenção do tecido.

Quais os benefícios?

Quais os benefícios?

O whey protein apresenta uma série de benefícios para o consumidor mediante à uma alimentação balanceada e uma rotina de exercícios físicos:

  1. Eleva o rendimento durante os treinos: Principalmente para os treinos de força, a alta quantidade de proteínas e o ganho de massa muscular geram melhor performance nas atividades;
  2. Aumento de massa muscular: Com o fornecimento de altas quantidades de proteínas, a hipertrofia, principalmente para fins estéticos, é um dos benefícios mais buscados pelos consumidores;
  3. Melhora a recuperação muscular: Quando o whey protein é ingerido após o treino, sua formulação permite abastecer o desgaste dos músculos sofrido pelos exercícios físicos, auxiliando na regeneração do tecido;
  4. Auxilia no emagrecimento: Com uma dieta balanceada aliada à rotina de exercícios físicos, a escolha do tipo correto de whey protein pode auxiliar no emagrecimento;
  5. Fortalece o sistema imunológico: As imunoglobulinas do leite aumentam a imunidade, elevando as defesas das células, minimizando os estresses oxidativos (também atuando como potentes antioxidantes) e estimulando o combate do organismo quando deparam-se com anticorpos estanhos.

Whey protein emagrece?

Whey protein emagrece?

Para quem está em dúvida se o whey protein engorda ou define, é essencial buscar pela melhor opção de acordo com o objetivo de cada indivíduo e adaptar a sua rotina e alimentação para que estas frentes também contribuam para o atingimento das metas.

O whey protein emagrece quando a escolha pelo produto é um tipo isolado ou hidrolisado, oferecendo as proteínas em sua forma mais pura e excluindo uma boa parcela das gorduras que fazem parte do soro do leite, proporcionando melhor formação e manutenção de massa muscular, assim como recuperação do corpo após o exercício físico.

O whey protein isolado engorda de qualquer forma quando sua ingestão não é pensada considerando a alimentação por completo do indivíduo, ou seja, quando o mesmo, ainda que optando por um suplemento isolado, ingere uma alta quantidade de calorias em outras refeições que causem o ganho de peso na balança.

A ingestão de suplementos, como o whey protein, tanto para o emagrecimento, quanto para o ganho de peso, deve ser feita com a instrução de um especialista e deve condizer com a rotina e hábitos de seus consumidores, adaptando tanto a dieta, quanto os exercícios físicos para que possam trazer os benefícios esperados.

É essencial que a tabela nutricional seja observada para atingir o objetivo do emagrecimento, visualizando qual o valor energético que o produto disponibiliza ao seu consumidor, quais os ingredientes que estão disponíveis para notar o composto de maior quantidade disponível, assim como observando quantidades de carboidratos e gorduras presentes por porção.

Conclusão

O whey protein é um dos principais suplementos utilizados por praticantes de atividades físicas e aspirantes à uma vida saudável, proporcionando altas quantidades de aminoácidos para a obtenção de benefícios para a estética ou performance, sempre visando a qualidade de vida e saúde de seus consumidores.

Há diversos tipos de whey protein no mercado, sendo eles concentrado, isolado ou hidrolisado, sendo que a sua escolha pode impactar nos efeitos para que o suplemento cause o efeito de engordar ou emagrecer, porém o ponto chave para esta definição é a alimentação do indivíduo e a rotina de exercícios físicos que o mesmo cultiva diariamente.

Assim, o fato do whey protein engordar ou emagrecer irá depender do tipo consumido e dos outros aspectos que fazem parte da vida do consumidor, buscando por uma dieta balanceada e atividades voltadas para o atingimento das metas estéticas pessoais de cada um.

Ainda tem dúvidas sobre o consumo do whey protein? Deixe aqui seu comentário!

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.