Whey Protein: Como Tomar o Suplemento?

O whey protein é um dos suplementos mais tradicionais e consumidos do mercado, elencado como uma necessidade para os praticantes de atividades físicas para cultivar uma rotina saudável. Whey protein, como tomar o suplemento? Você sabe a maneira correta?

Além de escolher o produto ideal para os seus objetivos e necessidades, o modo de ingeri-lo também impacta em seus efeitos, buscando a forma mais adequada para você.

Whey Protein: Como Tomar o Suplemento?

Conheça todos os detalhes do whey protein, assim como sua importância, a quem é destinado, como tomar e principalmente a diferença entre os tipos comercializados no mercado para fazer a escolha certa e conquistar resultados rápidos e compatíveis com seus desejos.

Para que serve o suplemento?

O suplemento whey protein é consumido principalmente visando o ganho de massa muscular, proporcionando alta quantidade de proteínas para o organismo e causando assim o rápido fornecimento deste macronutriente que auxilia na construção e manutenção dos músculos, tal como auxilia em sua regeneração, principalmente aliado à uma dieta e rotina de exercícios.

O consumo do suplemento também pode ser feito para contribuir com o sistema imunológico ou atingir algumas metas estéticas, como engordar ou emagrecer, de acordo com a alimentação prescrita para que os valores energéticos sejam condizentes.

Como tomar whey protein?

Como tomar whey protein?

A forma de como tomar o whey protein mais recomendada é a diluição do produto em água, assim é fornecido apenas os nutrientes que fazem parte do composto concentrado, isolado ou hidrolisado de acordo com a escolha do suplemento.

Aos consumidores do whey protein concentrado, o mesmo também pode ser batido com leite, pois não passa por processos de fabricação e filtragem para a remoção da lactose e gorduras do leite, sem retroceder os processos ao misturá-lo.

Em relação ao momento ideal para tomar whey protein, este varia de acordo com o objetivo do consumidor e até mesmo as facilidades para a ingestão e aceitação do suplemento pelo organismo.

Os indivíduos que buscam como tomar whey protein para ganhar massa muscular, a forma mais tradicional é o seu consumo pós-treino, causando a hipertrofia com as proteínas que são utilizadas para minimizar o desgaste muscular e auxiliar na regeneração dos músculos, recuperando o tecido e fazendo com que o mesmo ganhe mais volume.

Há estudos que comprovam que o consumo do whey protein pré-treino também é bastante vantajoso para os interessados, pois as substâncias e nutrientes contidos permitem preparar o corpo para sofrer o desgaste dos exercícios praticados, fazendo com que os aminoácidos já estejam presentes nos músculos, também contribuindo para o ganho de massa muscular. 

Por quanto tempo se toma whey protein?

Por quanto tempo se toma whey protein?

Além de conhecer o whey protein como tomar, é essencial saber por qual periodicidade deve-se manter o consumo do suplemento para que o mesmo continue a proporcionar os benefícios e efeitos esperados.

É essencial pensar que o corpo precisa de proteínas todos os dias, sendo que este macronutriente deve fazer parte da alimentação de todos os seres humanos em quantidades adequadas e, principalmente para praticantes de atividades físicas, esta necessidade do nutriente é maior, principalmente para quem deseja atingir objetivos estéticos ou ligados à performance ou saúde.

O whey protein é um suplemento que consegue ser ingerido regularmente, assim não possui um tempo limite ou período pelo qual deva utilizá-lo, desde que a substância esteja prescrita em um plano alimentar condizente e que permita atender as necessidades e desejos do indivíduo, ou seja, a dieta e a rotina de exercícios devem estar alinhadas ao consumo.

Tipos de whey protein?

Tipos de whey protein?

Há alguns tipos de whey protein disponíveis no mercado e que variam de relação a sua composição e tipo de fabricação e processos pelos quais passam até serem comercializados, impactando, também, nos benefícios que disponibilizam para os seus consumidores.

Para escolher o melhor whey protein e saber como tomá-lo da melhor forma, é necessário atentar-se às composições e denominações que podem ser encontradas nas embalagens destes produtos, sendo estes 3 tipos:

  1. Concentrado

O whey protein concentrado é um dos mais comuns do mercado e que apresenta preços mais acessíveis para o consumo, assim é a escolha da maioria dos praticantes de atividades físicas que não apresentem muitas restrições e desejam um suplemento com ótimo custo e benefício para o uso diário.

A concentração da proteína no whey protein concentrado é o principal fator de mudança perante os outros tipos disponíveis, sendo que o macronutriente está presente de 70 a 80% na formulação, normalmente mesclado com outros ingredientes, principalmente com a presença de carboidratos e gorduras que estão presentes no soro de leite, sem passar por quaisquer processos de retirada destas substâncias, contendo lactose.

Como não passam por refinamento, mantendo o soro de leite intacto e disponível para o consumidor, o valor calórico do whey protein concentrado é o maior dos 3 tipos disponíveis, sendo fabricado por meio de uma filtragem simples que mantém carboidratos, gorduras e proteínas em sua formulação, o que é ideal para quem deseja ganhar massa sem uma restrição assídua de quantidades calóricas diárias.

O consumo do whey protein concentrado também é muito comum para quem visa o ganho de peso, até mesmo por conter maior valor calórico em sua composição devido à maior presença de carboidratos e gorduras, destinado a quem deseja engordar de forma mais saudável.

  1. Isolado

Diferentemente do whey protein concentrado, a versão isolada já passa por um processo de filtragem dos macronutrientes que estão disponíveis para os consumidores, fazendo com que a concentração da proteína seja elevada para 90%, porém reduzindo a quantidade de gorduras, lactose e afetando a quantidade de minerais disponíveis.

O processo de filtragem realizado é mais complexo e permite disponibilizar a proteína de modo mais puro diretamente ao organismo de seu consumidor, o que eleva a sua concentração e também a disponibilidade do macronutriente para quem precisa de um consumo elevado, sem agregar muito valor calórico à rotina alimentar, com mais rápida absorção quando comparado ao concentrado.

Por sofrer um processo de filtragem mais minucioso, o whey protein isolado apresenta um preço médio de mercado, encarecendo o produto.

O consumo do whey protein isolado é comum por quem está em processo de emagrecimento ou apresenta uma rotina alimentar com ingestão calórica mais regrada, reduzindo a quantidade de carboidratos ingeridos, sendo elencado como a melhor opção para definição corporal e atingimento de metas para redução de peso.

  1. Hidrolisado

Quem necessita de uma ação ainda mais rápida em comparação com a versão isolada, o whey protein hidrolisado é a melhor escolha para este consumidor, pois a forma de comercialização da substância já apresenta suas quebras, ou seja, os aminoácidos estão mais disponíveis para o corpo, contendo-os em cadeia ramificada.

O consumo deste tipo de whey protein também é altamente indicado não apenas por sua rapidez na disponibilidade do macronutriente, mas também para pessoas que apresentem problemas de digestão ou rejeição, sendo bem aceitos pelo organismo, com menores quantidades de BCAA em sua formulação por conta dos processos para deixar as proteínas mais disponíveis.

Por conta das etapas de fabricação sofridas pelo whey protein hidrolisado, este é o mais caro do mercado, sendo pouco acessível, apenas consumido por quem apresenta necessidade para evitar efeitos adversos ao organismo ou para atletas de alto rendimento, por exemplo.

Além dos 3 tipos de whey protein disponíveis, é possível encontrar alguns produtos no mercado que apresentam uma mistura de todas as variações disponíveis, comumente conhecida como 3W por algumas marcas e reunindo todos os benefícios combinados, com fontes de diversos tempos de absorção pelo organismo.

Conclusão

O whey protein é um suplemento que pode ser ingerido tanto no pré, quanto no pós-treino, sendo que o mesmo auxilia no ganho de massa muscular do indivíduo e também pode contribuir com algumas metas secundárias, como o emagrecimento, ganho de peso ou melhora do sistema imunológico, desde que esteja alinhado com uma dieta e rotina de exercícios físicos.

A escolha do whey protein reflete nos resultados obtidos, buscando pela melhor composição que possa satisfazer tanto a aparência, quanto também ser viável com as possibilidades financeiras do consumidor.

O concentrado é muito utilizado para quem deseja ganhar peso, apresentando um valor energético maior, sendo o isolado ou o hidrolisado usado para o oposto, porém ressaltando que a alimentação também deve estar voltada para o mesmo objetivo para que os valores ofertados ao consumidor diariamente estejam de acordo com o prescrito.

Ainda tem dúvidas sobre o whey protein? Deixe nos comentários abaixo que iremos lhe auxiliar!

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.