As 8 Melhores Vodkas em 2021

As melhores vodkas estão na Rússia, uma vez que foi lá que elas surgiram, certo? Bem, está certo dizer que elas têm sua origem nesse país e que lá tem muitas vodkas de excelente qualidade. 

Hoje, no entanto, essa bebida se popularizou no mundo todo, e vários outros países produzem vodkas de ótima procedência. Esse destilado é alcançado por meio de cereais como cevada, centeio e arroz, ou por tubérculos, como batata. 

Possui alta graduação alcoólica e é muito usada para fazer coquetéis e drinks, mas também é apreciada pura. Como as diferenças entre uma e outra são sutis, colocamos neste artigo as que consideramos melhores e as razões para essa escolha.

Melhores vodkas para comprar online 

Vamos trilhar juntos esse caminho que nos levará à escolha da melhor vodka do mercado.

Super Premium mais vendida no mundo

Conquistou muitos prêmios

Altamente pura

Alto nível e preço bom

Uma das mais requintadas do mundo

Ingredientes mesclados e sabor superior

Atenção minuciosa aos detalhes

Super Premium

1.  Vodka Original – Grey Goose

Super Premium mais vendida no mundo

Na lista das melhores vodkas encontramos essa bebida Premium que é fabricada na França, uma das mais prestigiadas no mundo. Seu criador foi o Mestre de Adega François Thibault, utilizando-se das populares uvas de Cognac, na França. 

Tais uvas são o diferencial dessa deliciosa bebida, uma vez que não transmitem a percepção de calor quando bebidas, pelo contrário, passam uma sensação de delicadeza em seu paladar.

Suas uvas são de qualidade tão superior e tão minuciosamente escolhidas que é destilada apenas uma vez. A água utilizada em sua produção é filtrada pelas rochas de Champagne.

Sua embalagem tem realce embaçado no vidro e um ganso francês em voo. É feita totalmente com componentes franceses.

Prós

Contras

✅ Uvas de excelente qualidade

✅ Água filtrada pelas rochas de Champagne

🚫 -


2. Vodka Citron – Absolut 

Conquistou muitos prêmios

A Absolut é simplesmente a marca mais popular que existe em matéria de vodkas, sendo descrita como uma das melhores vodkas do mercado. Possui qualidade indiscutível, produzida com trigo apanhado no inverno e água do sul da Suécia, de degelo natural, inteiramente isento de qualquer tipo de poluição.

Se você é do tipo que gosta de uma pitada do frescor do limão na bebida , essa vodka foi feita para você. A intensidade da vodka combinada com o gosto marcante do limão formam uma combinação muito interessante e agradável ao paladar.

O mundialmente prestigiado drink cosmopolitan foi inspirado nessa vodka. O ingrediente básico com que é feita é o trigo, o teor alcoólico é de 40º e seu país de origem é a Suécia.

Possui ainda notas cítricas em razão do limão siciliano e da lima, enriquecendo e dando um toque vibrante ao seu sabor.

Prós

Contras

✅ Conquistou vários prêmios

✅ Principal ingrediente do drink cosmopolitan

🚫 -


3. Vodka Anis – Skyy 

Altamente pura

Uma das melhores vodkas, classificada como premium e uma das mais comercializadas no mercado mundial. Tudo por causa do propósito do cidadão norte-americano Maurice Kanbar de produzir uma vodka altamente gabaritada. 

Então criou uma receita revolucionária: a vodka é destilada 4 vezes e, em seguida, filtrada 3 vezes. Como não poderia deixar de ser, a consequência é uma bebida a um só tempo aprazível e potente. 

Ótima para ser apreciada pura ou como base para drinks e outros tipos de bebidas. É produzida por intermédio da destilação de cereais e de álcool retificado.

 Sua pureza é incomum, límpida como a abóbada celeste da cidade de São Francisco, nos Estados Unidos, musa inspiradora do nome e do invólucro dessa bebida de cor azul cobalto.

Prós

Contras

✅ Alto grau de pureza

✅ Destilada e filtrada várias vezes

🚫 -


4. Vodka Polonesa – Wyborowa

Alto nível e preço bom

Produzida na Polônia, essa vodka se diferencia por ser leve e pura. É feita somente com água de fonte natural própria e um centeio sui generis denominado dankowskie zlote.

É destilada duas vezes, seu teor alcoólico é de 40% e é comercializada em garrafa de 750ml. Trata-se de uma vodka premium e, com certeza, sua satisfação estará garantida.

A experiência de 500 anos de fabricação dessa vodka dão a ela traços singulares, não apenas pelo paladar, bem como pelo design privativo de seu casco, criado pelo famoso arquiteto polonês Frank Gehry.

Seu preço é considerado justo, tendo em vista seu alto padrão de produção. A ótima procedência de sua matéria-prima associada ao método de produção por 2 destilações, entregam à bebida suavidade e limpidez.

Prós

Contras

✅ Ótimo valor agregado

✅ Bastante suave

🚫 -


5. Vodka Original – Ciroc

Uma das mais requintadas do mundo

A Ciroc é diferente até no ingrediente com que é feita. Enquanto a maioria das vodkas é produzida a base de grãos, a Ciroc é feita com uvas de qualidade superior.

Seu criador é o francês Jean-Sebastien, vindo de uma família com uma história de mais de 400 anos ligada à produção de vinhos. Ainda bem que não seguiu os passos de seus antepassados, pois criou uma das vodkas mais requintadas do mercado.

Em sua fórmula entram uvas francesas, colhidas no decorrer da madrugada, quando a temperatura costuma ser mais amena. Seu grande distintivo é justamente usar uvas para sua feitura, deixando, como consequência, um sabor realmente delicado.

Sua produção é quase artesanal, utilizando fermentação fria que preserva o viço e as principais particularidades da fruta.

Prós

Contras

✅ Destilada 5 vezes

✅ Produzido com uvas

🚫 -


6. Vodka – Stolichnaya

Ingredientes mesclados e sabor superior

Essa é uma autêntica vodka russa, mais precisamente da Letônia. Conhecida no mundo como Stoli, seus ingredientes básicos são trigo e centeio, formando uma combinação de sabor inigualável.

É filtrada 4 vezes e destilada 3 vezes, tornando-a uma bebida extremamente pura. Pode ser degustada pura e gelada, no melhor costume russo, ou em coquetéis e drinks. A caipirinha é uma das combinações mais apreciadas dessa vodka premium.

Todo o processo é feito na Rússia, ou seja, a produção, o engarrafamento e a importação, em um aprimoramento que data de séculos.

Sua receita clássica somada a ingredientes de indiscutível qualidade, fazem dela a vodka moscovita mais comercializada do globo.

Prós

Contras

✅ Fórmula tradicional e moderna

✅ Vodka russa mais vendida no mundo

🚫 -


7. Vodka Suntory – Haku 

Atenção minuciosa aos detalhes

Essa é uma vodka japonesa feita artesanalmente na House of Suntory. Sendo japonesa, já dá para imaginar a cautela com que é feita, sem desprezar nenhum pormenor e, claro, com um sério compromisso com seus predicados.

É produzida desde 1956 e o nome Haku quer dizer “branco” em japonês, referindo-se, naturalmente, ao conhecido arroz branco 100% japonês, de onde é feita a bebida.

Uma outra interpretação igualmente correta que pode-se dar a esse nome é “brilhante”, o que traduz perfeitamente bem a arte nipônica de produzir uma vodka cristalina, límpida e, porque não dizer, alumiada.

A metodologia da destilação consiste em fermentar e destilar o arroz em uma panela, em seguida o álcool é destilado uma segunda vez para, enfim, culminar em uma bebida ímpar.

Prós

Contras

✅ Feita artesanalmente na House of Suntory


🚫 -


8. Vodka – Pravda 

Super Premium

Alguns antepassados descobriram que a arte para a fabricação de uma vodka de qualidade está na pureza da água usada para esse propósito. 

Descobriram também que quando a bebida era feita com água da fonte dos Montes Cárpatos, ela alcançava uma diferenciação superior.

Para se ter uma ideia do prestígio que essa bebida alcançou entre os nobres, era chamada, na época, de “a jóia das vodkas”, e era servida somente em circunstâncias excepcionais.

É produzida com grãos de centeio doce de colheita atrasada e destilada 5 vezes em pilares de destilação ininterrupta, afora uma destilação especial em um alambique convencional de cobre. 

Todo esse ritual permite que se elimine totalmente as contaminações.

Prós

Contras

✅ Vodka Super Premium

✅ Água dos Montes Cárpatos

🚫 -


Como escolher a melhor vodka 

A vodka recebeu esse nome por volta de 1533, quando a população mais simples começou a consumir a bebida, logo que ela surgiu no mercado com o aparecimento das Tabernas. 

Os russos foram os primeiros que chamaram essa bebida por esse nome, cuja tradução significa “pequena água”.

Quem levou essa bebida para a Europa foi Napoleão, no ano de 1814, quando conquistou um grande território dessa região e, em seguida, subjugou a Rússia. 

No entanto, em razão do inverno rigoroso, o exército de Napoleão se enfraqueceu muito e foi obrigado a sair em retirada, levando consigo alguns dos mais inestimáveis segredos russos para apresentar aos europeus, dentre eles, a técnica para se fazer a vodka.

Essa bebida foi muito usada durante a primeira e segunda guerras mundiais. Servia como desinfetante para limpar ferimentos e armas, além, claro, de serem bebidas com o intuito de estimular a coragem. A dose de cada soldado era de cerca de 100 ml por dia.

No Brasil ela é a décima bebida mais vendida, e no mundo, a quinta. Para não errar na escolha da que melhor se adequa a seu gosto, é conveniente checar alguns detalhes.

Tipo

Estão à disposição no mercado 2 tipos de vodkas: as saborizadas e as puras.

  • Vodka pura: é ideal para ser degustada em shots. Têm de 34 a 40% de álcool. Se sentir o gosto é algo que você faz questão, aconselhamos tomar gelada. Há quem prefira sem gelo, pois pode-se colocá-la no congelador sem correr o risco de congelamento.
  • Vodka saborizada: Esse tipo de bebida é indicado para quem não gosta muito do gosto forte do álcool, mas não abre mão de uma boa bebida destilada. São apropriadas para coquetéis, feitos a partir de frutas e ervas e finalizadas em barris de carvalho. Assim ela fica mais leve e desce mais redonda. Bebidas gaseificadas também ajudam a realçar o aroma e o sabor.

Pureza

A água corresponde, em média, a 70% da vodka. O ideal é que tenha PH neutro, não contenha minerais e seja de fontes puras, assim ela será mais fácil de ser degustada.

O ingrediente base com que é fabricada influencia fortemente o gosto e o cheiro da bebida. O trigo, por exemplo, tende a impingir notas mais cítricas; a batata, um sabor mais vegetal, e o centeio e a uva são mais adocicados.

Nas vodkas saborizadas, no entanto, a água não afeta o sabor, uma vez que os ingredientes acrescentados é que dão o sabor que prevalece.

País de origem

Atualmente, as melhores vodkas são fabricadas na Polônia e na Rússia sendo as mais admiradas e consumidas no planeta. Logo em seguida estão as francesas.

As russas possuem o sabor mais destacado e forte, e por isso são indicadas para bebedores mais experientes. Por ser mais forte deixa, também, uma sensação de queimação mais intensa.

As polonesas são mais suaves, agridem menos a garganta, pois são ligeiramente doces, seja no aroma, seja no sabor.

Outras procedências desta bebida, como França e Brasil, também são mais balanceadas, mais neutras, pode-se dizer assim.

O país de origem já nos acena com algumas informações antecipadas.

Filtragem e destilação

A pureza da vodka está diretamente relacionada à quantidade de filtragem e destilação que é submetida. A destilação é feita primeiro e a altas temperaturas, diminuindo, assim, os sabores e aromas dos ingredientes usados. 

Cria-se, assim, um líquido límpido e com grande concentração de álcool. Em seguida vai para a filtragem no carvão vegetal, para harmonização dos elementos e transformar a mistura em uma bebida pura e uniforme. Esse procedimento é feito de 3 a 4 vezes.

Quanto mais vezes for feito esse procedimento, mais puro será o líquido. Assim, as vodkas que passam por vários destes processos, fornecem essa explicação bem visível impressa no rótulo.

A filtragem final é feita em cartucho para eliminar as contaminações que por algum motivo ainda ficarem, mesmo depois das filtragens anteriores.

Fabricação 

Excluindo as versões com sabor, a vodka é praticamente feita de água e álcool. A nota mais presente em seu sabor é o típico de álcool de alta destilação, resultado da fermentação de componentes como centeio, trigo, milho, cevada e até arroz, como é o caso do Japão.

A fórmula pode variar conforme a procedência e sua graduação alcoólica normalmente é de 40%. O procedimento de fabricação da vodka se assemelha ao do whisky. 

A única modificação é que o whisky é destilado em temperaturas baixas para realçar o gosto dos cereais, e a vodka é destilado em temperaturas altas.

A produção da vodka segue o seguinte percurso:

  • Moagem: significa a trituração dos cereais, vegetais ou grãos no procedimento.
  • Maltagem: sucede quando acontece a ruptura do amido em açúcares menores. Aí acontece a mescla da água com os grãos, produzindo uma liga açucarada, intitulada mosto.
  • Fermentação: técnica sem existência de oxigênio para a produção do álcool. O mosto é guardado em um depósito completamente tapado, para que o açúcar do líquido seja consumido pelas bactérias e fungos e façam surgir daí o álcool.
  • Destilação: basicamente é feita para potencializar o grau alcoólico. Duas ou três destilações já são suficientes para aumentar consideravelmente o nível de álcool.
  • Filtração: esse último estágio é feito para a refinação da bebida, eliminando qualquer resquício de gosto de cheiro decorrentes das matérias-primas utilizadas no processamento.

Perguntas frequentes 

Como saber se a vodka é boa?

Em primeiro lugar é preciso saber que as vodkas feitas com trigo têm um gosto mais leve, diferente das que utilizam milho em sua composição, que são mais isentas.
Em relação à destilação, para se saber se uma vodka é boa, basta observar se há harmonia entre sabor e limpidez. 

Qual a melhor vodka para caipirinha?

Uma das melhores vodkas para se fazer caipirinha é a consagrada Vodka Absolut Citron 750 ml.

Qual é a vodka mais destilada?

A vodka produzida com uvas Ciroc Original 750ml é a campeã. Ela é destilada 5 vezes. Trata-se de uma vodka de altíssima qualidade, uma vez que é sabido que quanto mais a bebida é destilada mais qualidade e sabor terá.

Qual a melhor vodka barata?

A Skyy Vodka Anis 980ml possui boa qualidade e é barata.

Pode beber vodka pura?

Sim, originalmente é uma bebida feita para ser tomada pura. O que não impede, no entanto, de ser saboreada com algumas adições.

Pode colocar garrafa de vodka no congelador?

Sim, pode colocar a garrafa de vodka no congelador. Muitas pessoas, inclusive, preferem ela gelada. A vodka possui uma peculiaridade interessante que é congelar somente a temperaturas baixíssimas, podendo, portanto, ser colocada no congelador sem risco de congelamento.

Faz mal beber vodka vencida?

A maioria das bebidas alcoólicas têm prazo de validade ilimitado, isto é, caso sejam guardadas de modo adequado, nunca estragam.

Conclusão: qual a melhor vodka 

A melhor opção de compra é a Vodka Stolichnaya 750 ml. Essa é uma autêntica vodka russa, mais precisamente da Letônia. Conhecida no mundo como Stoli, seus ingredientes básicos são trigo e centeio, formando uma combinação de sabor inigualável.

É filtrada 4 vezes e destilada 3 vezes, tornando-a uma bebida extremamente pura. Pode ser degustada pura e gelada, no melhor costume russo, ou em coquetéis e drinks. A caipirinha é uma das combinações mais apreciadas dessa vodka premium.

A vodka com a melhor relação custo-benefício é a Grey Goose Original 750ml. Ela é uma bebida Premium que é fabricada na França, sendo uma das mais prestigiadas no mundo. 

Seu criador foi o Mestre de Adega François Thibault, utilizando-se das populares uvas de Cognac, na França. 

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *