Os 5 Melhores Moedores de Café em 2021

Vamos falar de uma das bebidas queridinhas do povo brasileiro. Não, não é cerveja. É o famoso café. Ou cafezinho, para os mais íntimos.

Se você sempre tomou café e nunca experimentou moído na hora, deve estar curioso como deve ser tomar um café cujo grão acabou de ser triturado. Para isso, no entanto, você precisará saber escolher o melhor moedor de café.

Para ajudá-lo nessa tarefa, vamos listar alguns modelos mais vendidos para que você possa escolher um excelente moedor de café que seja mais adequado com suas necessidades.

 Melhores moedores de café para comprar online

1 – Moinho Manual Hario Skerton

Moinho Manual Hario Skerton

Este é um moinho ligeiro e simples de usar. É produzido em vidro e plástico e seu moinho é de cerâmica.

Sua capacidade de moagem é de cem gramas por vez. Indicado, portanto, para a utilização doméstica.

Seu design é bem moderno, apesar de simples, e possui a forma de cone e uma boa relação custo/benefício.

Como é manual, as lâminas nunca esquentam, o que é importante para preservar e deixar intactas as qualidades inerentes do grão de café.

É tido como o melhor moedor de café manual.

Prós

Contras

✅ Moinho de cerâmica

🚫 Capacidade pequena

✅ Rapidez

✅ Boa relação custo/benefício

2 – Moedor de Café Ajustável Hamilton Beach

Moedor de Café Ajustável Hamilton Beach

Este moedor possui capacidade para quarenta e uma xícaras e três opções para moer o café.

Seu funcionamento é automático, não sendo necessário o uso das mãos. Além disso, é possível controlar a quantidade e grossura da moagem.

Conta também com um local apropriado na base para guardar o cabo elétrico.

Sua capacidade de moer os grãos é muito elogiada pelos consumidores.

Sua higienização é muito facilitada em razão de ser todo desmontável, podendo-se lavar as peças tranquilamente. Vem, ainda, um pincel que pode ser usado na limpeza.

Outra característica importante é que desliga sozinho, não precisando ficar esperando para desligá-lo à mão no momento apropriado.

Prós

Contras

✅ Grande capacidade

🚫 -

✅ Automático

✅ Controle da espessura da moagem

3 – Moedor triturador Manual Profissional

Moedor triturador Manual Profissional

O funcionamento desse moedor é muito descomplicado. É só abrir a tampa e colocar os grãos de café, regulando a palheta embaixo para a grossura que se deseja.

Então interligue a parte inferior à manivela e gire. Prontinho. Seu café sairá fresquinho na parte debaixo do receptáculo.

Seu grande trunfo é ser fabricado em aço inox, o que o torna atraente e durável, além de ajudar bastante no momento da higienização.

Como sua manivela é longa, é fácil triturar os grãos sem muito esforço.

Como existe um sistema que regula a espessura do grão, pode-se fazer vários tipos de café com facilidade.

Prós

Contras

✅ Funcionamento simples

🚫 -

✅ Fabricado em aço inox

✅ Possui manivela longa

4 – Moedor de café Inox Oster

Moedor de café Inox Oster

Este moedor é feito em aço inoxidável, é muito bonito e robusto. Possui um receptáculo em sua parte inferior para acomodar o fio elétrico.

Traz ainda um pincel que é muito útil para a higienização da parte interna do produto.

Sua grande qualidade é a rapidez na moagem, o que é um diferencial muito interessante.

Há, contudo, quem reclame que é um pouco barulhento e difícil de limpar.

Por outro lado, há quem o considere o melhor da categoria. O preço é considerado justo.

É preciso ficar atento para o grão não se prender entre a lâmina e o compartimento, pois poderá forçar demais o motor ele parar por alguns instantes.

Prós

Contras

✅ Robusto

🚫 Barulhento

✅ Fabricado em aço inox

✅ Receptáculo para guardar fio elétrico

5 – Moinho Manual Hario Canister

Moinho Manual Hario Canister

Esse moinho manual tem um design inovador, e seu acabamento não fica atrás. Para muitos, esse é um ótimo começo na experiência de saborear um bom café.

Suas lâminas de cerâmica não esquentam, o que permite manter as propriedades naturais do café intactas.

Possui regulagem manual de moedura.

Este é um produto indispensável para quem gosta de um café super fresco, moído na hora. Não deve ser usado para moer outros tipos de grãos. Foi projetado para moer apenas grãos de café.

Muito bem avaliado pelos compradores na internet.

Prós

Contras

✅ Lâminas de cerâmica

🚫 -

✅ Regulagem manual da moedura

✅ Ótima avaliação pelos usuários

Tipos de moedor de café: elétrico x manual

Para você que é um coffee lover disposto a comprar um moedor de café, e está na dúvida  entre o elétrico e o manual, fique tranquilo, vamos lhe dar uma ajuda.

Moedor de café manual

Esse é o moedor mais usado, o mais comum nos lares brasileiros. Segue na mesma linha dos moinhos de café de antigamente: mós de cerâmica acopladas a um sistema de manivela que auxilia a moagem.

O diferencial desse sistema em relação ao elétrico é que a mistura fica mais uniforme.

Os moedores elétricos também trituram bem, porém em pedaços maiores.

Suas lâminas de cerâmica foram especialmente projetadas para não esquentarem, o que garante uma remoção mais harmoniosa.

Em nossa lista acima, sobre qual o melhor moedor de café temos como exemplo de moedores manuais o Moinho Manual Hario Skerton, o Moinho Manual Hario Canister e o Moedor Triturador Manual Profissional.

Moedor de café elétrico

Esse tipo de moedor de café é muito polivalente. Vão desde os mais simples até os mais sofisticados.

Em nossa lista acima, sobre qual o melhor moedor de café temos como exemplo de moedores elétricos o Moedor de Café Ajustável Hamilton Beach e o Moedor de Café Inox Oster.

Podem ser subdivididos em duas classes, em razão do material de suas mós.

Metal

Os trituradores com esse tipo de lâmina geralmente são os mais acessíveis.

O preço é uma vantagem, mas em compensação o café moído não fica muito homogêneo.

Outro ponto negativo é que a lâmina aquece e isso interfere na qualidade da bebida.

Além de possuírem um fascínio próprio, ajudam a economizar energia.

Assim sendo, trata-se de uma boa opção para quem não quer gastar muito e não abre mão de saborear um café novinho em folha.

Cerâmica

Os trituradores com esse tipo de lâmina são também chamados de Burr, e normalmente alcançam uma moagem bem mais homogênea, e por isso mesmo mais saborosa.

Sua grande vantagem é sua trituração exata num espaço de tempo mínimo.

Como escolher o melhor moedor de café

É preciso atentar a alguns detalhes, caso não queira cometer nenhum engano na hora de escolher qual o melhor moedor de café doméstico.

Algumas particularidades importantes são averiguar se o desempenho é elétrico ou manual, qual o tipo de lâmina e níveis de moagem. Vale à pena conferir também as dimensões e a cubagem do recipiente.

Tipo de moedor

Observar se o moedor é elétrico ou manual é o primeiro passo na escolha do moedor mais indicado para suas necessidades.

Tipo de mó

A mó é a peça que mói o grão. Grande parte dos moedores possuem essa peça em aço inoxidável. 

Elas são muito eficientes e vitais, porém esquentam, e isso acaba afetando o sabor do café.

Já as lâminas de cerâmica não esquentam, e a trituração fica bem mais uniforme.

Como não esquentam, não interferem no sabor do café, o que, convenhamos, trata-se de uma boa vantagem.

Vale à pena também conferir o modelo das mós.

Já observou as hélices de um liquidificador? Pois é, esse tipo de lâmina é também muito usado nos moedores elétricos.

Elas trituram rapidamente, porém podem machucar o grão, interferindo no gosto do café.

A mó em formato de cone, no entanto, faz a moedura do café e tem um ajuste para o tamanho do corte.

Regulagem da moagem

A regulagem existe para que você possa escolher a espessura do pó do café, que pode ser fino,médio ou grosso.

Esse ajuste em geral é feito manualmente, seja o moedor elétrico ou manual.

Existem, no entanto, alguns modelos elétricos que têm esse ajuste regulado automaticamente, permitindo que as mãos fiquem livres para outras atividades.

Essa especificação, no entanto, faz o produto ficar mais caro. É preciso considerar isso na hora da compra.

Tamanho e capacidade

Após ser moído, o ideal é que o café seja tomado logo em seguida, para manter as propriedades intactas.

Por essa razão os fabricantes tendem a fazer recipientes cada vez menores.

De todo modo, a capacidade do reservatório é sempre proporcional ao tamanho do aparelho. Ou seja, quanto maior o aparelho maior o reservatório.

Moedor de café pequeno

O moedor de café doméstico pode ser manual ou elétrico.

O moedor manual tem uma lâmina em forma de cone, e é considerado mais aprimorado. É o mais indicado para quem está no início do aprendizado da degustação do café.

O moedor de café elétrico possui uma lâmina muito parecida com a palheta do liquidificador. É mais indicado para quem já tem uma certa experiência no consumo do café.

O moedor de café pequeno tem um custo bem em conta e mói muito bem. Indicado para levar para qualquer lugar onde se vá. Desde o escritório até um acampamento. Por ser manual, não usa energia elétrica, o que propicia certa independência dependendo do lugar onde se está.

Moedor de café médio 

O moedor de café médio elétrico surgiu para suprir a demanda de quem não tem tempo ou não gosta de moer o grão manualmente.

Existem dois tipos de lâminas para este tamanho de moedor: uma muito parecida com a lâmina do liquidificador e outra um pouco mais elaborada, também chamada “flat” que é constituída de duas lâminas chatas.

Esse sistema permite que o café seja moído super rápido apenas com o pressionar de um botão. 

Alguns, inclusive, já vêm com várias graduações de moagem, permitindo fazer diversos tipos de café. Desde a Prensa Francesa que usa uma moedura grossa até os bem finos, como o café turco.

Moedor de café grande

O moedor de café de grande capacidade, também chamado de moedor profissional, são aqueles que normalmente vemos em panificadoras, cafeterias e restaurantes.

São grandes, resistentes e ágeis, tudo isso para se ter um uso continuado. Seu manuseio, no entanto, exige um conhecimento mais aprofundado para ser operado com exatidão.

É indicado apenas para uso profissional. Não faz sentido ter uma máquina dessa proporção para fazer pequenas quantidades no dia a dia.

Normalmente, os chamados baristas são quem os operam. Suas lâminas são ajustadas várias vezes ao dia, dependendo da umidade e do clima ambiente.

Como preparar diferentes tipos de café

Existem várias formas de se preparar um café. E, claro, dependendo da forma como se prepara, diferente será seu sabor e sua textura.

Por exemplo: o café comum, desses que compramos em supermercado, não são bons para serem usados em uma máquina de fazer café francesa.

Vamos à algumas diferentes formas de preparar segundo a forma como é moída.

Moenda grossa

É moída de forma a ficar muito parecida, em tamanho, ao açúcar cristal e é a mais indicada para ser usada na prensa francesa.

Moenda média

É moída de forma a ficar muito parecida, em tamanho à areia da praia. É a mais indicada para ser usada em filtro de papel. Ligeiramente mais fina, no entanto, é indicada para ser preparada na cafeteira italiana.

Moenda fina

É moída de forma a ficar muito parecida, em tamanho, à farinha de rosca. É a mais indicada para se preparar o café expresso.

Moenda extra fina

É moída de forma a ficar muito parecida, em tamanho, à farinha de trigo. É a mais indicada para se preparar o café turco.

Café especial: o que é?

Segundo renomada associação especializada em café, ele pode receber uma avaliação de 0 a 100. O sistema que avalia é chamado de cupping.

É considerado especial, todo café que alcança nota superior a 80. Essa avaliação é séria, e é feita por um profissional com o nome de Q-Grader.

O Q-Grader consegue avaliar minuciosamente o café, o que lhe capacita a dar uma nota justa em relação às suas qualidades.

Essa análise chama-se cupping.

Café Verde

Ao chegar à análise através de cupping, o café já terá passado por algumas etapas anteriores.

É chamado café verde porque ainda não foi torrado, e passa por uma análise para ver se pode se qualificar ao título de especial.

Esse tipo de avaliação é puramente visual. É recolhida aleatoriamente uma amostra de pouco menos de 500 gramas e verifica-se se tem alguma imperfeição.

Esses defeitos podem ser primários ou secundários.

Defeito primário é quando o café apresenta-se, por exemplo, escurecido ou com algum tipo de fungo.

Defeito secundário é quando, por exemplo, o grão está quebrado ou com má formação.

O café verde recebe o título de especial caso não tenha nenhuma irregularidade primária e menos de cinco imperfeições secundárias.

Cupping

Depois que se escolhe o café verde, o chamado mestre de torra define o melhor modo de torrar aquele grão.

Logo em seguida esse grão passa pelo procedimento chamado cupping para ser classificado.

O cupping é uma técnica de bebericagem para analisar o sabor e a fragrância do grão.

Existe um protocolo a ser seguido, uma vez que essa análise é feita para se dar uma nota ao café, ou seja, ver se ele se encaixa na categoria especial ou não.

Trata-se de um diagnóstico muito detalhado e só os melhores conseguem ser aprovados.

Melhor moedor de café doméstico

Para quem pergunta sobre qual o melhor moedor de café doméstico respondemos, segundo nossos critérios, que é o Moinho Manual Hario Skerton.

Este é um moinho ligeiro e simples de usar. É produzido em vidro e plástico e seu moinho é de cerâmica.

Sua capacidade de moagem é de cem gramas por vez. Indicado, portanto, para a utilização doméstica.

Seu design é bem moderno, apesar de simples, e possui a forma de cone e uma boa relação custo/benefício.

Como é manual, as lâminas nunca esquentam, o que é importante para preservar e deixar intactas as qualidades inerentes do grão de café.

É tido como o melhor moedor de café manual.

Melhor máquina de café Nespresso 

Essa mania de fazer café em cápsulas já ultrapassou a barreira das nacionalidades. Virou moda rapidamente, e com total mérito, afinal trata-se de uma invenção prática e muito cômoda.

Nespresso é o primeiro nome que nos vem à mente quando pensamos em máquina de café em cápsulas.

Existe uma quantidade imensa de agregação de sabores que podem ser usadas numa grande quantidade de máquinas que operam com as cápsulas Nespresso. 

Ou que sejam adaptáveis à Nespresso, e que fazem toda diferença no momento de se degustar o café, independente do sabor.

Essa é a tendência: todos entrarem no universo do delicioso café instantâneo.

Afinal, qual o melhor moedor de café?

Pela análise minuciosa que fizemos de vários moedores de café, considerando os mais apropriados para cada tipo de consumidor, chegamos à conclusão de que o melhor moedor de café é o Moedor de Café Ajustável Hamilton Beach.

Você pode gostar também

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *