Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Prêmio CP - 29/09/2016
15/07/2014 - 15h13
A tecnologia a serviço da alimentação
Como trazer ganhos significativos ao seu estabelecimento com a automação


Por muitos anos, todo o controle de um estabelecimento comercial foi feito na ponta do lápis, cabendo ao dono, gerente ou responsável anotar e calcular tudo, desde um simples pedido aos garçons até todo o lançamento e balanço financeiro do mês. Hoje, ninguém mais pode se dar ao luxo de perder todo esse tempo com tarefas que máquinas fazem com muito mais rapidez, precisão e mínimas chances de erro. Mas, para agregar novas tecnologias ao seu estabelecimento, é necessário conhecê       -las e saber o que cada uma delas faz, pois existem centenas de opções no mercado, que vão desde softwares de gestão até impressoras fiscais.

Uma ferramenta simples, porém bastante utilizada, é a comanda eletrônica, que substitui os bloquinhos de papel - utilizados pelos garçons - por computadores de mão. Nela, é possível selecionar os produtos escolhidos pelos clientes e as informações são enviadas em tempo real para as áreas responsáveis, como bar, cozinha, chapa e etc. Também é possível integrar esse serviço com as outras áreas do estabelecimento, como estoque, financeiro e administrativo.

O uso dessa tecnologia agiliza o atendimento ao cliente e o controle fica muito mais preciso, evitando assim, desperdícios e dificultando a pratica de desvios, tanto de material como de caixa. Com esse equipamento, o profissional consegue atender de oito a dez mesas, fica muito mais próximo do cliente, pois estará sempre disponível, erradica os erros de caligrafia e o mais importante: vende mais.

Custos

Na prática, essa tecnologia dá resultado aos empresários que escolhem por adotá-las. O custo de projetos desse tipo é outro fator importante e varia muito em relação ao tamanho do estabelecimento. Esses equipamentos custam em média R$ 1.500,00 e o sistema de informática, com instalação e licença de uso, em torno de R$ 5 mil.

Em um restaurante à la carte, por exemplo, com uma estrutura de 50 mesas e três áreas de produção, como cozinha, bar e copa, além de um caixa, o investimento é de aproximadamente R$ 25 mil. Isso inclui todos os equipamentos, sistema para o ponto de venta e retaguarda, todas as horas de treinamento e consultoria de todos os colaboradores para utilizar as ferramentas.

Seja qual for o tamanho do seu negócio, adquirir essa tecnologia é, de fato, uma tendência irreversível e pode trazer muitos benefícios. Mas, é importante saber quais as mais adequadas para o seu estabelecimento e se certificar de que a empresa escolhida tenha boas referências.

 

Fonte: Redação - 15/07/2014

Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti