Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Prêmio CP - 29/09/2016
28/1/2014 - 09h38
Thermomix ou batedor manual?
Estamos muito mais tecnológicos: batedeiras, misturadoras, Thermomix, fornos combinados, etc…


Há muitos (e muitos) anos atrás, minha avó batia clara em neve com garfo. Depois, minha mãe fazia o mesmo com um equipamento manual (fuet). Eu também bati clara em neve, com uma batedeira elétrica (manual). Hoje, isto é feito em equipamentos ultra-sofisticados, que dispensam (ou quase) a participação humana.

Pessoal, devagar, devagar, estamos ´´perdendo a mão´´ do que acontece numa cozinha. Estamos muito mais tecnológicos: batedeiras, misturadoras, Thermomix, fornos combinados, etc…

Não sou contra a tecnologia. Pelo contrário: tenho um forno combinado na cozinha da minha casa. E dependo dele para tudo. Aliás, sou viciado em tecnologia.

Mas, imaginem o seguinte: apagão no Brasil. 48 horas sem energia elétrica – isso aconteceu comigo, com 15 pessoas hospedadas em casa (coisas da Elektro). O que, e como, você vai cozinhar para seus clientes? Você tem um plano B?

Impossível? Não. Não é! Já vimos isto acontecer várias vezes, em todos os cantos do país. Estamos mal servidos em termos de energia, e ninguém tem garantia de que vai receber o que precisa para manter seu restaurante funcionando.

Agora, imagine: almoço, restaurante cheio, ´´bombando´´ e acaba a energia. O bufê é aquecido com eletricidade. E agora? Como você vai manter os alimentos na temperatura adequada?

Outro momento: vamos para o jantar. 20h00, restaurante cheio e a produção dos pratos depende de um forno combinado, de um fogão elétrico, de uma batedeira, de um mixer, etc. Lamento, mas se você não tiver um plano ´´B´´, nada vai dar certo.

Vamos a uma lista que eu fiz e que pode ajudá-lo a detectar os problemas que podem acontecer numa crise deste tipo:

  • Fogões – a gás, não há problema. Elétrico, não vai funcionar. Tenha uma reserva a gás.
  • Forno combinado – não funciona. Você tem algo que o substitua. Se não, providencie.
  • Batedeiras, mixers, etc. – não vão funcionar. Tudo terá que ser feito a mão. Sua equipe está preparada para isso?
  • Freezers, geladeiras, etc. – não vão funcionar. Existe algum fabricante de gelo que pode ajudá-lo a passar por este momento de crise?
  • Iluminação – não vai funcionar. Existe um plano ´´B´´ para isso? Iluminação de emergência?
  • Cartões de crédito, débito, etc. – não vão funcionar. Seu restaurante tem um no-break que pode segurar o sistema por algumas horas?
  • Esta lista pode ser muito maior. Basta você olhar seu restaurante e ver tudo o que depende de energia elétrica.

Enfim, como você pode ver, um ´´apagão´´ pode – e vai – desordenar seus negócios.

Mas, você pode se preparar para isso. Fique à frente de todos. Vamos trabalhar juntos.

Como?

  • Ter sistemas de no-break que mantenham seus computadores funcionando por algumas horas e que você possa continuar recebendo pagamentos por cartões de crédito/débito.
  • Pequenos geradores são baratos (menos de R$ 1.500,00 e podem manter uma série de equipamentos em funcionamento – inclusive, alguma iluminação).
  • Geradores de médio porte (acima de 15/20 kWa – desculpem se o termo está errado – podem ´´segurar´´ freezers, fornos combinados, geladeiras, etc.). Seu custo varia de R$ 20 a R$ 40 mil, mas podem ser adquiridos em leilões por valores muito mais baixos) – aliás, você pode dividir a energia gerada com alguns vizinhos.
  • Os back-ups do seu sistema informatizado devem ser feitos ´´no momento´´. O técnico que instalou seu software tem que saber fazer isso – senão, troque de ´´técnico´´. Hoje, um HD externo de 1tB (é muita coisa!!!) custa cerca de R$ 300,00 (de marcas verdadeiramente sérias – não compre de segunda linha, são mais baratos, mas vão te deixar na mão).
  • Reservas de energia alternativa. Se possível, instale painéis solares que possam armazenar eletricidade em baterias. Vale a pena.

Enfim, existem inúmeras maneiras de passar por um ´´apagão´´, sem sequelas. Basta estar organizado e planejar o futuro. Esteja preparado.

Lembre-se que este é o ano da copa do mundo no Brasil, e o consumo de energia deve aumentar acima do normal. Mesmo porque, as temperaturas tendem a se manter altas, o funcionamento de aparelhos de ar condicionado não vai diminuir, o afluxo de turistas também vai aumentar, enfim, a tendência é de que haja um consumo de energia muito maior do que o normal.

Numa situação de emergência, nem o Alex Atala ou o Ferrán Adriá, vão te ajudar a resolver a situação.

Crie seu plano ´´B´´!

Fonte: Blog do Banas (www.unimarket.com.br)

Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti