Cadastro Newsletter
Busca
PUBLICIDADE
Prêmio CP - 29/09/2016
30/09/2013 - 11h17
Sorveteria com 11 milhões de combinações acirra disputa entre lojas
Nos últimos dez anos, o consumo médio quase que dobrou no setor; confira lista com três opções de investimentos no mercado


A norte-americana Cold Stone, sorveteria famosa por manter um cardápio de até 11 milhões de combinações de sabores,  abrirá sua primeira unidade em São Paulo. A inauguração está prevista para o próximo 12 de outubro, dia das  crianças, no bairro de Moema, zona sul da capital.

Quem comanda a operação é o publicitário Joaquin Fernandez Presas, que integra um grupo com ao todo quatro sócios.  Eles investiram cerca de R$ 1,3 milhão na operação paulistana, um ano após abrir a primeira unidade da marca em Curitiba (PR). Na ocasião, a opção pela capital paranaense foi explicada como um teste para a marca no Brasil, que ainda tem planos de expansão para praças como Rio de Janeiro. 

´´Rio de Janeiro era muito caro e São Paulo muito arriscado para começar uma operação. A gente organizou tudo em  Curitiba, onde o mercado é um décimo do de São Paulo e, agora, damos esse passo. Mas confesso que estou com as  pernas tremendo´´, destaca Presas, que pagou  US$ 2 milhões (cerca de R$ 4,49 milhões) aos norte-americanos pela  exclusividade da operação, com a contrapartida de lançar 30 unidades no País em três anos e meio, viabilizadas por meio do sistema de franquias. 

´´Uma coisa que mudou é que nós, os franqueadores, inicialmente teríamos apenas estas duas lojas. Mas foi decidido (com os norte-americanos) que iremos abrir mais duas lojas, provavelmente quiosques em shoppings centers a partir do início de 2014´´, conta o empresário, que ainda não tem os valores definidos para a venda de franquias e conta que enfrentou dificuldades logísticas sobretudo com a importação no ano passado. "A solução que encontramos foi nacionalizar quase tudo. Hoje, apenas 19% das necessidades da marca vem de importados", afirma.

Matemática milionária. Dona de um catálogo de 86 sabores e um mix de 160 itens - como coberturas - que podem ser  adicionados ao produto (daí a conta de 11 milhões de combinações), a Cold Stone tem 1,6 mil unidades ao redor do  mundo e faturou, em 2011, US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 3,36 bilhões).

Mas apesar da pujança de opções, a versão brasileira da rede ainda trabalha na definição de seu sortimento. Na loja  de Curitiba, Joaquim Presas mantém um cardápio com 22 sabores e 40 ingredientes. Em São Paulo, serão 19 sabores. A  preocupação, diz o empresário, é não confundi o cliente.

Franquia. As sorveterias aparecem como uma opção para quem pretende abrir um negócio dentro do setor de alimentação. Passado o boom do frozen yogurt, as franquias de sorveterias tradicionais ajudam a movimentar um mercado em crescimento. 

Dados da Associação Brasileira das Indústrias e do Setor de Sorvetes (Abis) mostram que o consumo cresceu 4,4% de 2011 para 2012, quando evoluiu de 1,158 bilhão para 1,209 bilhão de litros. Nos últimos dez anos, o consumo médio individual passou de 3,82 litros por ano por pessoa em 2003 para 6,21 litros no ano passado.

Entre as redes de franquias existentes, o Estadão PME selecionou três sorveterias e duas empresas com foco em milk shakes: Freddo, Ice Mellow, Casa do Sorvete Jundiá, Mil Milk Shakes e Mr. Mix. Ainda existem redes como a Freddissimo, Cold Stone e Delícias do Cerrado.

 

Freddo
Capital de giro: R$ 20 mil
Investimento mínimo: R$ 400 mil
Previsão de retorno: a partir de 18 meses
Faturamento médio: R$ 60 mil
Taxa de royalties: 5% sobre faturamento líquido
Taxa de propaganda: 1,5% sobre faturamento líquido
www.franquia.com.br/franquia/freddo

Ice Mellow
Capital para instalação: R$ 110 mil a R$ 175 mil
Taxa de franquia: R$ 35 mil
Capital de giro: R$ 5 mil a R$ 10 mil
Investimento: R$ 150 mil a R$ 220 mil
Faturamento médio mensal: R$ 40 mil
Retorno: 12 a 36 meses
Royalties: 8% do faturamento bruto
Taxa de propaganda: não cobra
www.icemellow.com.br

Casa do Sorvete Jundiá
Capital para instalação: R$ 51 mil a R$ 150 mil
Taxa de franquia: R$ 23,9 mil a R$ 36,9 mil
Capital de giro: R$ 14 mil a R$ 15 mil
Investimento: R$ 88,9 mil a R$ 201,9 mil
Faturamento médio mensal: R$ 40 mil
Retorno: 23 a 28 meses
Royalties: 5% do faturamento bruto (a partir de 60 dias depois da inauguração)
Taxa de propaganda: 1,5% do faturamento bruto
www.smzto.com.br/casadosorvetejundia

Fonte: Estadão PME - 30/09/2013

Editora Nova Gestão Ltda. | Tels.: (11) 3562-3166 | (11) 3562-3170


Site desenvolvido por Lucia Cavalcanti